Teresina Diário - Conteúdo interativo de notícias, vídeos, esportes, lazer, blogs e jornalismo
01/11/2017 - 11:07 hs

Franzé diz que Estado não tem alternativa

Por Luciano Coelho


O secretário de Administração, Franzé Silva

O secretário de Administração, Franzé Silva, afirmou que o Governo não tem como voltar atrás no projeto de aumento de impostos. Segundo ele, todas as alternativas diversas a essa propostas já foram adotadas. Franzé reconhece que é um projeto impopular, mas é o mais viável para as finanças do Estado no momento. O projeto prevê aumento da alíquota do ICMS sobre operações de circulação de mercadorias, de prestação de serviços de transportes e de comunicação. O governo alega a necessidade do reajuste para manter o equilíbrio financeiro. Franzé Silva afirmou que o aumento de impostos irá garantir a saúde financeira do Estado. “Fizemos todas as readequações possíveis. O Estado tem reduzido seu tamanho. Assumimos em janeiro de 2015 com uma máquina que consumia cerca de R$100 milhões por mês e reduzimos para pouco mais de R$ 70 milhões. Economizamos com gasto de pessoal cerca de R$ 21 milhões por ano, eliminando todas as irregularidades de pessoas que recebiam sem trabalhar”, alegou o secretário. “O Estado tem trabalhado na eficiência dos seus gastos. Mas precisamos entender que diante de um cenário de crise, precisamos ter outras alternativas. E, infelizmente essa é a única alternativa para evitar que os serviços prestados à população do Piauí continuem sendo prestados com qualidade”, acrescentou.

 

Reprovado

O capitão William Watson, da Polícia Militar, acusado de matar a estudante Camilla Abreu, ficou reprovado no teste psicotécnico da admissão na PM-PI e entrou na corporação por meio de um Mandado de Segurança, despachado dois anos depois das provas.

 

Infecção

Os Progressistas estão com as relações arranhadas com o governo do Estado. E o arranhão está infeccionado. O governador Wellington Dias está mantendo conversas amiúdas com o senador Ciro Nogueira para tentar contornar os problemas, principalmente para as questões politicas.

 

Despedida

A promotora Leida Diniz está se despedindo do Ministério Público. Houve um ato ontem no auditório do Ministério Público, no bairro de Fátima. Leida Diniz é natural de Cajazeiras, na Paraíba.

 

Marina

O projeto da Estação Ecológica de Amarração deve ser integrado ao projeto do porto de Luís Correia. A Fecomércio estima investir cerca de R$ 60 milhões no projeto da marina. “O Governo deverá nos ceder a área da Praia de Amarração para construção da marina como também um prédio no centro de Parnaíba, que vamos restaurar. Será uma cessão de uso real por tempo determinado, a exemplo do que ocorre com a Ceapi”, informou o presidente da Fecomércio, Valdeci Cavalcante.

 

Audácia

A audácia dos bandidos está passando dos limites. Três homens explodiram os caixas eletrônicos dentro do Fórum Trabalhista, em Teresina.  Os homens chegaram de madrugada e renderam o vigilante. Após as explosões, eles fugiram sem levar o dinheiro. A PF está no caso.

 

VOZ DO PODER

 “Isso eu trato, por enquanto, como especulação. De concreto não existe nada. Além disso, essa mudança só poderá acontecer em março. O resto é só especulação. Não existe nada de concreto”,  disse o deputado Edson Ferreira, sobre as especulações de que ele e o deputado Antônio Félix, além do deputado Dr. Pessoa estariam deixando o PSD para se filiarem a outras siglas.

 





Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*